Måneskin em São Paulo
Foto por Stephanie Hahne/TMDQA!

Atração do Rock in Rio 2022, o Måneskin desembarcou em São Paulo no dia seguinte à sua performance no festival para levar seu show até a capital paulista. E, por lá, Damiano David e companhia encontraram uma plateia que foi descrita como a melhor de toda a carreira dos italianos.

Sensação do Rock desde sua explosão com o Eurovision, o grupo já havia mostrado no evento carioca que não era apenas um one-hit wonder. Ainda que seja inegável que “Beggin’” é um hit enorme e o que mais empolgou o público presente, é bem notável que a paixão de diversos fãs pelo quarteto vai além.

Continua após o vídeo

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Tenho Mais Discos Que Amigos! (@tmdqa)

Aliás, vai além até mesmo de outras canções famosas como “ZITTI E BUONI” e “I WANNA BE YOUR SLAVE”, que aparecem no repertório e empolgam a galera que tem menos intimidade com o som da banda. Ainda assim, era perceptível que até mesmo nas faixas mais obscuras, inclusive do primeiro álbum, boa parte da plateia cantava junto do início ao fim.

Continua após o vídeo

Como foi o show do Måneskin em São Paulo?

Falando na plateia, não seria exagero dizer que ela foi a atração principal da noite — e, acredite, o próprio Måneskin concordaria com isso. Até porque, em diversos momentos, Damiano parecia incrédulo com as pessoas presentes no Espaço Unimed só para ver sua banda, declarando que aquele era o “melhor público da vida” e claramente sorrindo quando as canções mais antigas eram entoadas a plenos pulmões.

Outro ponto atrativo do público foi a quebra de uma barreira geracional. Enquanto em outros shows recentes era bem fácil identificar o público-alvo de cada banda, no Måneskin isso era quase impossível: de um lado, senhoras com bandeiras da Itália; do outro, um senhor de cabelos brancos acompanhado de jovens, muito provavelmente adolescentes; à frente, um público diverso de jovens adultos e adolescentes e, atrás, até idosos que buscavam a grade de proteção para se encostar.

Continua após o vídeo

Levando tudo isso em conta, é fácil entender o papel que tem uma banda como o Måneskin no cenário atual. Além de levar o Rock de volta ao mainstream, os italianos são capazes de conectar essas gerações diferentes em um mesmo lugar, fazer com que elas se unam por um objetivo em comum que é a paixão por esse formato tão icônico de voz, guitarra, baixo e bateria.

No palco, o quarteto dá show em todos os sentidos. Carisma, boa presença de palco e execuções perfeitas são traços facilmente percebidos por todo mundo, mas quem olha bem consegue perceber que, ali em cima, existem quatro pessoas que estão realmente dispostas a dar sobrevida a um gênero considerado morto por muitos. Que assim seja!

Setlist e fotos

  1. ZITTI E BUONI
  2. IN NOME DEL PADRE
  3. MAMMAMIA
  4. LA PAURA DEL BUIO
  5. Beggin’ (cover de The Four Seasons)
  6. CORALINE
  7. Close to the Top
  8. SUPERMODEL
  9. FOR YOUR LOVE
  10. Touch Me
  11. My Generation (cover de The Who)
  12. I WANNA BE YOUR SLAVE
  13. I Wanna Be Your Dog (cover de The Stooges)
  14. LIVIDI SUI GOMITI (com membros da plateia no palco)
    Bis:
  15. Le parole lontane
  16. I WANNA BE YOUR SLAVE

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! ALTERNATIVO

Clássicos, lançamentos, Indie, Punk, Metal e muito mais: ouça agora mesmo a Playlist TMDQA! Alternativo e siga o TMDQA! no Spotify!