Dave Grohl
Reprodução/YouTube

Em entrevista ao The Independent, Dave Grohl falou sobre a perda de Mark Lanegan, líder do Screaming Trees que faleceu ontem aos 57 anos.

Para quem não sabe, o vocalista do Foo Fighters chegou a tocar com Lanegan enquanto este estava no Queens Of The Stone Age. Na ocasião, a banda liderada por Josh Homme divulgava seu terceiro disco na carreira, Songs For The Deaf (2002).

No entanto, a amizade entre Grohl e Mark remete a um período mais antigo, ainda nos anos 1990. Em seu relato para o jornal inglês, Dave definiu Lanegan como alguém “tão puro e tão real” (via LouderSound):

Se ele [Lanegan] cantasse sobre a dor, você sentia. Se ele cantasse sobre o amor, você sentia também. Se você conhece alguma coisa sobre a vida dele, se você já leu algum de seus livros, você vai compreender por que ele cantava o que cantava e da forma que ele cantava. Não havia ninguém como ele. Em Seattle, ele foi muito amado.

Em 2020, Mark havia lançado a autobiografia Sing Backwards and Weep e, no ano seguinte, divulgou o livro Devil In A Coma, em que narra sua batalha contra a COVID.

Eddie Vedder também lembrou de Mark Lanegan em show solo

Na última terça-feira (22), em seu show solo realizado em Seattle, Eddie Vedder foi mais um a homenagear Lanegan. O vocalista do Pearl Jam disse à plateia, composta por 2.500 pessoas, que estava tendo uma reação alérgica à tristeza.

Em seu discurso, sem citar nomes, Vedder pareceu lembrar de figuras marcantes da cena Grunge da cidade que fica no estado de Washington e que já não estão mais aqui, como Kurt CobainLaney Staley e Chris Cornell.

LEIA TAMBÉM: Entenda por que a morte de Mark Lanegan causou fake news da Rainha Elizabeth

~~~Newspaper > Ads > YOUR ARTICLE BOTTOM AD — PAINEL WORDPRESS~~~

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!