Will Smith diz que considerou assassinar seu pai para vingar a mãe: “eu iria me inocentar atuando”

“Eu sou o Will Smith. Ninguém acreditaria que eu matei meu pai de propósito", diz o ator em passagem de seu livro biográfico

Will Smith
Foto via Wikimedia Commons
 

O livro de memórias de Will Smith ainda nem foi lançado e já está dando bastante o que falar. A mais recente polêmica diz respeito ao seu já falecido pai, Willard, que morreu em 2016 após uma longa batalha contra o câncer.

Na biografia intitulada Will, o astro de 53 anos relembra momentos turbulentos do seu passado em casa e narra diversos episódios de violência doméstica (via BuzzFeed):

Quando eu tinha 9 anos de idade, eu vi meu pai dar um soco na cabeça da minha mãe tão forte que ela entrou em colapso. Eu a vi cuspir sangue. Aquele momento no quarto, provavelmente mais do que qualquer outro momento na minha vida, definiu quem eu sou.

Em outra passagem do livro, Will confessa que assassinar o próprio pai passou pela sua cabeça, atormentada pelos abusos:

Uma noite, enquanto eu conduzia cuidadosamente [meu pai] do quarto dele até o banheiro, fui acometido por um pensamento sombrio. O caminho entre os dois cômodos passa pelo topo da escada. Quando eu era criança, eu sempre pensava que um dia eu vingaria minha mãe. Quando eu me tornasse grande o suficiente, quando eu fosse forte o suficiente, quando não fosse mais um covarde, eu o mataria. Eu parei em frente à escada. Eu poderia tê-lo empurrado, e facilmente escapar do crime. Eu sou o Will Smith. Niguém acreditaria que eu matei meu pai de propósito. Eu sou um dos melhores atores do mundo. A minha ligação para a emergência seria digna de um prêmio do Oscar.

Relação de Will Smith com seu pai

Apesar do desejo obscuro, Will e o pai sempre foram próximos e eram costumeiramente vistos juntos em público:

Meu pai era violento, mas ele também estava em cada jogo, cada partida, cada recital. Ele era um alcoólatra, mas estava sempre sóbrio na estreia de cada filme que eu protagonizei. Ele ouvia cada álbum. Ele visitava todos os estúdios.

Na obra, Smith também se mostra arrependido de não ter ajudado mais a mãe:

Junto com tudo o que eu fiz desde então — os prêmios e os elogios, os holofotes e a atenção, os personagens e as risadas — sempre existiram sutis fragmentos de desculpas pela minha falta de atitude naquele dia. Por falhar com ela [a mãe] naquele momento. Por falhar na hora de enfrentar meu pai. Por ter sido um covarde.

Os pais de Will Smith se separaram ainda durante sua infância, mas se divorciaram apenas em 2000.

Rumores sobre casamento com Jada Pinkett e lançamento de Will

Recentemente, o ator de Hollywood também tem encarado boatos sobre seu casamento com Jada Pinkett Smith. A vida sexual dos dois foi posta em xeque e Will não fugiu do assunto, dizendo que eles mantêm uma relação aberta e por isso eventualmente aparecem outras pessoas em suas rotinas.

O livro Will chegará às livrarias em 9 de Novembro. Um dia antes, estreará no YouTube a websérie Best Shape of My Life, falando sobre a jornada do astro para perder nove quilos em 20 semanas.

LEIA TAMBÉM: Will Smith diz ter considerado suicídio em novo trailer de documentário

 
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.