Fita K7 sem banda: Billy Corgan explica curiosa origem do nome “Smashing Pumpkins”

À época, músico ainda não tinha colegas de banda ou sequer músicas prontas

Billy Corgan
Foto de Billy Corgan via Shutterstock
 

Billy Corgan explicou como escolheu o nome The Smashing Pumpkins para sua banda — que ainda nem existia na época.

Em vídeo publicado no Instagram do grupo, Corgan conta que ouviu a expressão de uma pessoa e pensou na hora que seria um bom nome de banda. À época, ele ainda não tinha um grupo de fato, nem faixas prontas. Os músicos se uniriam de fato só em 1987.

Billy falou:

Alguém disse algo sobre ‘esmagar abóboras’ e eu disse, ‘Isso é um bom nome de banda’. A pessoa perto de mim falou, ‘eu não entendi’… The Smashing Pumpkins. A palavra que se usa no inglês para ‘esmagar’, ‘as fantásticas e incríveis abóboras’, os Smashing Pumpkins! Fui pra casa e peguei uma fita K7. Ainda a tenho. Escrevi nela [o nome do grupo]. Tenho uma banda, mas não tenho músicas ou membros. É uma banda mítica.

E o resto é história, né?

Billy Corgan e o The Smashing Pumpkins

O disco mais recente do grupo é CYR, de 2020. Agora, a banda está trabalhando em uma sequência do genial Mellon Collie and the Infinite Sadness, álbum de 1995. Vem coisa boa por aí!

LEIA TAMBÉM: Billy Corgan revela que está colaborando em novo disco do Code Orange

 
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.