7 Singles incríveis de Julho que você deveria ter ouvido

Confira lançamentos nacionais e internacionais!

7 Singles incríveis de Julho que você deveria ter ouvido
 

Julho foi um mês de grandes lançamentos — alguns de artistas renomados, feats (inclusive póstumos) e lançamentos inesperados. Para todos os gostos, listamos alguns
singles nacionais e internacionais que vêm dominando muitas playlists e que valem a sua audição.

Aproveite para acompanhar nosso Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!, onde trazemos os assuntos principais da semana e comentamos sobre os lançamentos!

Normani (feat. Cardi B) – “Wild Side”

Normani e Cardi B

Um dos lançamentos que mais chamaram a atenção em julho foi o single de Normani, que desta vez apareceu ao lado de Cardi B. A rapper, inclusive, chegou a afirmar recentemente que não mais irá divulgar o videoclipe, lançado na mesma ocasião.

Mesmo assim, “Wild Side” estreou em grande estilo no Top 15 da Billboard Hot 100, bem
acima de “Motivation”, também da artista e que ficou em 33º lugar. Tanto na música
quanto no clipe, ficam evidentes a clara referência a divas como Janet Jackson e a saudosa Aaliyah, uma das artistas que ajudou a elevar o R&B contemporâneo.

Roberta Campos – “Miragem”

Roberta Campos e Alexandre Carlo

Em seu novo álbum que chegou há pouco, Roberta Campos soltou a ótima música “Miragem”. Feita em parceria com Alexandre Carlo, integrante do grupo Natiruts, o single foi produzido por Paul Ralphes.

A cantora revelou que a intenção era trazer uma melodia suave, que pudesse ser ouvida em qualquer ambiente, fosse para uma pausa ou apenas para acompanhar vários momentos de sua vida. A melodia suave foi implementada com elementos do beats e reggae, motivadas pela parceria com Carlo. No videoclipe, dançarinos seguem a batida suave.

Luísa Sonza – “penhasco.”

Luísa Sonza

Se “Miragem” busca uma leveza tanto nos versos quanto na melodia, “penhasco.” – em letras minúsculas e com ponto mesmo -, a principal entre as músicas que compõem o álbum Doce 22, de Luísa Sonza, vai num caminho inverso.

O álbum é um expurgo de um momento de turbulência em sua vida, o fim do relacionamento com o humorista Whindersson Nunes e todo o hate sofrido na ocasião e posteriormente. A linguagem informal não esconde a dor sofrida, com letras que enfatizam o momento que passou quando tinha apenas 22 anos de idade, se expressando com uma oralidade típica dessa etapa da vida.

O lançamento no dia 18 levou a faixa intimista ao 3º lugar no Spotify e mais de 2 milhões de visualizações no youtube, e a crítica em geral vem elogiando o álbum.

https://www.youtube.com/watch?v=l2KicBl8agE

D-Groov, Vicentini e Sarria – “Poker Game”

D-Groov, Poker Game

D-Groov uniu-se a Vicentini e Sarria em um projeto que já vem rendendo bons frutos. Um deles é “Poker Game”.

A faixa que apresenta uma sonoridade que puxa elementos de Melodic Techno traz na letra uma analogia entre o famoso jogo da mente e os sentimentos: afinal, ele está jogando com sua parceira, tanto na vida quanto num jogo e, apesar de acreditar que ela tenha uma carta na manga, não tem certeza do blefe já que ele ainda está aprendendo a usar as cartas.

“Poker Game” pode ser ouvida em todas as plataformas de streaming. Além desta, os DJs também produziram “Go Away”, que, por sua vez, traz uma pegada mais livre, trazendo mais elementos do Afro house com o uso de percussões.

Em recente entrevista, D-Groov revelou que está aproveitando esse período de isolamento para trabalhar outros ritmos e dessa maneira aumentar a sonoridade de seus projetos.

Pop Smoke – “Demeanor”

Pop Smoke - "Demeanor"

O rapper Pop Smoke faleceu aos 20 anos após sofrer um assalto no início de 2020, mas
deixou alguns trabalhos que foram lançados após sua morte. Em julho, chegou seu
segundo álbum póstumo Faith, que traz, entre outras faixas, o single “Demeanor”.

Na música, Pop Smoke faz um feat com Dua Lipa. Nem todo mundo recebeu bem a parceria póstuma, questionando sobre como o rapper receberia ou até mesmo aprovaria os vocais da cantora inglesa. O fato é que, seja positiva ou negativamente, não há como ignorar as batidas da música, que acaba se encaixando perfeitamente na estética pop de Dua Lipa e alguns traços do que era produzido nos anos 90.

Maria Bethânia – “Lapa Santa”

Maria Bethânia

Com uma carreira consagrada, Maria Bethânia já chegou a um patamar em que qualquer lançamento é um somatório a uma obra impecável. Mesmo assim, “Lapa Santa”, segunda música que estará em seu novo álbum, traz uma letra e arranjos que, junto à sua voz afiada, nos remete ao interior e às grandes romarias.

Na letra escrita por Roque Ferreira e Paulo Dáfilin, ecoa o respeito religioso em um tom que remete a uma grande prece, e deve aparecer nos próximos shows da Abelha Rainha.

Lil Nas X – “Industry Baby”

Lil Nas X - "Industry Baby"

Lil Nas X trouxe de fato um dos lançamentos principais deste mês com o single “Industry
Baby”, feito em parceria com Jack Harlow. Produzida por Kanye West, a canção também chamou a atenção pelo videoclipe onde o rapper aparece ao lado de outros dançarinos nus.

Até o momento, foram mais de 10 milhões de acessos que o tornam um dos maiores
destaques do Pop/Rap. Lembrando que a música fará parte do álbum de estreia do cantor, e recebeu elogios inclusive de Anitta.

 
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.